Fórum 1 - Disciplina Geografia Agrária

O objetivo desta atividade visa a discussão sobre o processo evolutivo do homem, dando ênfase ao desenvolvimento da organização social e da agricultura no períodos paleolítico e neolítico. Assim, analise as imagens abaixo caracterizando o tempo-espaço aos quais elas estão inseridas, bem como os elementos contidos nas mesmas tendo como base os textos "As Economias Primitivas" e "As Econômias Agrícolas" do livro "História Econômica" de Francisco Magalhães Filho.

 

Deixe seu comentário (em área abaixo das imagens - no espaço no fim da página) caracterizando também as relações de propriedade, divisão do trabalho e transformação do Espaço Geográfico estabelecidos nos períodos citados acima.

 

Atenção: Por favor, identifique-se com o nome completo e a turma ao qual está vinculado.

http://www.d.umn.edu/cla/faculty/troufs/anth1602/images/Arobustus_scene.2006.11.10.jpghttp://2.bp.blogspot.com/-l0SyMIFvfB0/T0OjuggtFDI/AAAAAAAAAks/DockycNnHcg/s1600/paleolithic-age.jpg

http://www.mitchellteachers.net/WorldHistory/templates/images/earlyhumans/10000bcVillageFarming.jpg

http://api.ning.com/files/iZMyIfV7oSaxXKHLrhgqSRkkDzWk1RqOgdGChE-DeiZdMDaSy6YkbqsAqq-Ii5nFwGO3CmfZHMTQKmynWJWTmjDlqsWp16RQ/paleolithic.jpghttp://flennoy10.wikis.birmingham.k12.mi.us/file/view/draft_lens7095092module63697642photo_1256585505paleolithic_clan.jpg/207566160/draft_lens7095092module63697642photo_1256585505paleolithic_clan.jpg

http://4.bp.blogspot.com/_CvXmC8e_n8M/TP-wPag1N3I/AAAAAAAAAIE/mmTwXSQAl-Q/s1600/neolitico.jpg

Imagens 1., 2., 3., 4., 5., 6. Representações tempo-espaciais.

Fonte: Images Google (2012).

Tópico: Fórum 1 - Disciplina Geografia Agrária

Data: 06/12/2012

De: Everson Diego Vasconcelos

Assunto: Evolução do homem

A principio, gostaria de parabenizar o grupo que é muito legal e dinamico e ao mesmo tempo este grupo se transforma em um fórum de debates muito importante para a interação de alunos para professor.

Data: 06/12/2012

De: Ricardo Santos de Almeida (monitor da disciplina Geografia Agrária)

Assunto: Re:Evolução do homem

Aproveito este seu comentário também para agradecer e para lembrar aos nossos colegas que também sugiram neste espaço temáticas que podem ser também abordadas nas próximas aulas da disciplina Geografia Agrária e agradeço previamente aos que já estão socializando materiais como textos e vídeos/documentários.

Data: 08/12/2012

De: Arthur Henrique (Turma B)

Assunto: Re:Evolução do homem

Concordo contigo Diego, relembrando os velhos tempos no moodle né. Vamos começar a debater. Esperamos que seja um espaço de muita interação e debates.

Data: 14/12/2012

De: Daniele Ramos do Nascimento

Assunto: Re:Evolução do homem

Essas imagens ajudam a fixar todo o conteúdo dado em sala de aula. A primeira imagem descreve a evolução do homem, na imagem 2 o homem já utiliza lanças para caçar e abater animais, na figura 3 há uma transição para o paleolítico, o homem deixa de ser nômade, passando a ser sedentário. Na 4 e na 5 podemos ver as primeiras aldeias, na 6 o homem já esta fixado ao solo através da agricultura e já há uma divisão do trabalho pois as mulheres e as crianças se dedicam a outras atividades.

Data: 06/12/2012

De: Everson Diego Vasconcelos

Assunto: Evolução do homem

Ai galera, ja dando enfase no principio da especie humana todas estas imagens postadas deixam os retratos dos nossos ante-passados, desde a diferenciação do homem aos animais, dos homem coletores, cassadores, de animais, peixes, frutas dentre outros meios de alimentos de modo a se sustentarem se alimentarem, os homens e as primeiras carvernas como forma de abrigos de proteção do frio dos animais, o homem formando as primeiras tribos e se dividindo em ambientes diferentes uns dos outros a mulher, as crianças e por fim os homem cada uma desempenhando seus papeis... por fim o que defere nascer, crescer, reproduzir, envelhercer e morrer assim dando a naturalidade do ciclo da vida...

Data: 06/12/2012

De: Ricardo Santos de Almeida (monitor da disciplina Geografia Agrária)

Assunto: Re:Evolução do homem

Certamente, e para além, uma vez que em cada uma dessas imagens constam representadas a natureza em certo grau de transformação. Transformações estas que dão também nuances as caracterizações das espécies como você também menciona sobre a utilização da já referida natureza para atender aos anseios individuais ou em grupo bem como impor também nesta suas relações de poder dando início a uma revolução, a partir do surgimento da agricultura após o processo (não tão simples) de desenvolvimento da consciência humana.

Data: 06/12/2012

De: Taciano Silva das Neves - Geo/Licenciatura-Noturno

Assunto: Evolução do homem

Bom, as imagens traz um contexto dinâmico de toda evolução humana, onde a 1 e 2 mostra o início de toda atividade do homem, no qual era baseado na caça e na colheita de alimentos da região em que se encontravam. Nas 3, 4 e 5, já pude avaliar a questão tanto do nomadismo, no que se refere a questão da permanência dos grupos em uma localidade até sua escassez de alimento, mudando pra outra área para buscar alimentos. Neste contexto também entra outro fator, em que na imagem 4, mostra já o princípio da organização das tarefas, onde se distingui quem ficará responsável por cada função na organização do grupo. Na imagem 6 mostra toda evolução da organização dos grupos no qual surgirá os "clâs", que irão surgir a partir do domínio da agricultura e da pecuária, deixando o nomadismo, já é possível avaliar bem toda dinâmica clanica, pois surge em princípio a divisão real das tarefas. Como pode ser notado a função da mulher na alimentação e vestimentas, o homem na agricultura e pecuária e ao centro da figura pode notar a função do "líder".

Data: 06/12/2012

De: Ricardo Santos de Almeida (monitor da disciplina Geografia Agrária)

Assunto: Re:Evolução do homem

Observações para além das paisagens, como sugere a atividade.
No que se refere a atividade do homem esta pode ser também comparada a uma natureza ainda não totalmente transformada uma vez que o homem ainda não tinha uma consciência capaz de associar e relacionar atos de plantar, colher ou fixar-se em um único local.

No que se refere ao termo utilizado "região" recomendo a utilização do termo "local" ou "área". Quanto ao termo "região" devo lembrar ao colega que no caso da Geografia, esta categoria de análise deve ser compreendida em meio a um conjunto de relações existentes entre elementos num dado recorte do espaço geográfico mediante conexões, redes e nós que envolvem as relações sociais, políticas e econômicas. Sugiro uma leitura do livro "Região e Organização Espacial" do autor Roberto Lobato Corrêa para uma melhor compreensão desta categoria analítica da ciência geográfica. Compreendo que este tipo de situação ocorre com todos nós estudantes em processo de formação e relembro que neste espaço estamos aprendendo juntos também.

Quanto a organização de tarefas já nos pressupõe uma organização social com relações que vão se estabelecer de acordo com o desenvolvimento humano e das técnicas que são resultantes do termo anterior.

O que os demais colegas acreditam existir nos tempo-espaços das imagens acima no que se refere a transformação da natureza e a expansão das relações sociais existentes nas épocas? Aliás, para vocês, qual tempo-espaço estas imagens se remetem?

Data: 10/12/2012

De: Taciano Silva das Neves - Geo/Licenciatura-Noturno

Assunto: Re:Re:Evolução do homem

Muito obrigado pela colocação, por isso que esse blog é importante, pra tirar nossas dúvidas e nos ajudar a compreender bem os termos da Geografia.

Data: 12/12/2012

De: ELIAS

Assunto: Re:Re:Re:Evolução do homem

OK CONCORDO COM VCS..SERIA MELHOR VER-MOS DIVERSOS VIDEOS A RESPEITO...TACIANO..

Data: 08/12/2012

De: Arthur Henrique (Turma B - Licenciatura)

Assunto: Re:Evolução do homem

Se não estou enganado, a imagem 1 mostra-nos o cotidiano de coletores, posteriormente, vemos uma atividade bastante avançada, em relação a primeira (coleta), a caça representara a principal forma de obtenção de alimentos para os homens. As seguintes imagens, progressivamente, mostram estágios diferenciados da evolução dos grupos humanos, vemos o surgimento das vilas, depois, das classes guerreiras-caçadores (observação minha), pois, estes eram responsáveis pela caça e proteção da vila da qual viviam.

Data: 09/12/2012

De: Ricardo Santos de Almeida (monitor da disciplina Geografia Agrária)

Assunto: Re:Re:Evolução do homem

Olá Arthur Henrique, você não está enganado. As duas primeiras imagens correspondem a um mesmo período histórico, contudo fazem parte de contextos evolutivos diferenciados pelo tempo e pelo espaço.
Compreendo sua observação no que se refere ao modo organizacional de parte das sociedades ainda em processo de formação uma vez que tudo se dá de modo processual. Outro detalhe que você destacou, mesmo implicitamente e complemento, é que acredito que a configuração guerreiras-caçadores significa que os indivíduos estabeleceram relações sociais de domínio sobre um recorte do espaço geográfico (análise atual, uma vez que à época ainda a Geografia não era ciência) e obviamente as relações de poder.

Data: 11/12/2012

De: Adalberto Souza

Assunto: Re:Re:Re:Evolução do homem

Poi é, Na primeira foto mostra eles como coletores, nesse caso eles nem caçavam ainda e sim se aproveitavam de restos de alimentos que outros animais deixavam no meio do caminho, após suas caças. A segunda foto, já mostra eles utilizando ferramentas produzidas por eles mesmos, que auxiliavam em suas caças e busca de alimentos.

Data: 06/12/2012

De: Everson Diego Vasconcelos bararelado (noturno)

Assunto: Evolução do homem

Segundo o evolucionismo, o homem é o resultado final de uma longa evolução, que começou a cerca de 5 milhões de anos com o mais antigo dos hominídeos: o Australopithecus. O Australopithecus adulto tinha um modo de andar e uma arcada dentária semelhante ao dos seres humanos atuais. O volume do seu crânio, no entanto, era de 500 cm³, quase três vezes menos do que o nosso.
Há cerca de 2 milhões de anos, ele desapareceu da Terra, por causas ainda desconhecidas dos cientistas. O Homo habilis conseguia fazer utensílios de pedra, inclusive armas, com as quais podia caçar animais, o que lhe permitiu incluir a carne em sua dieta. Sem esse alimento o Homo habilis não poderia satisfazer as necessidades energéticas de seu cérebro.

Data: 06/12/2012

De: Ricardo Santos de Almeida (monitor da disciplina Geografia Agrária)

Assunto: Re:Evolução do homem

Olá Everson Diego Vasconcelos,
Corroboro com suas análises e as complemento destacando que ao analisarmos a escala processual da evolução humana devemos estar atentos, pois este processo não ocorre de modo igual em todos os pontos da Terra, uma vez que a dinâmica das relações existentes aos locais onde eles estavam inseridos também potencializaram o desenvolvimento desta e demais espécies.
Um outro detalhe que nos chama atenção é que estão diretamente relacionadas ao processo evolutivo as carências e necessidades, para além das nutricionais, que possibilitaram o desenvolvimento da consciência que nos explicita a capacidade de conquistas em determinados recortes do espaço geográfico bem como avanços técnicos, mesmo que estas técnicas ainda não sejam as mais sofisticadas.
A inserção da carne na dieta realmente fica facilitada ao utilizar armas para a caça, pois na luta pela sobrevivência o mínimo de desenvolvimento cerebral certamente já codificava e decodificava informações que remetem ao ato da busca pelo alimento e como lidar com uma dieta ainda não considerada muito variada.

Data: 11/12/2012

De: Adalberto Souza

Assunto: Re:Re:Evolução do homem

Boa colocação Ricardo,

Não podemos colocar as mesmas características de desenvolvimento nos diversos lugares, pois cada um tem e teve uma característica diferente, desde clima até as características agropecuárias que se conhecia nos determinados lugares, devido a isso algumas sociedades se desenvolveram primeiro que outras. Fato que influencia é a localização geográfica de cada uma dessas "tribos".

Data: 11/12/2012

De: Ricardo Santos de Almeida (monitor da disciplina Geografia Agrária)

Assunto: Re:Re:Re:Evolução do homem

Isso mesmo, devemos estar atentos ao que muitos generalizam e análoga , pois nem tudo metodologicamente se aplica a todos os contextos. Muitas das vezes isso cria sérios problemas teóricos e metodológicos em pesquisas. Devemos sempre nos policiar posicionando-se de modo a questionar sobre a aplicabilidade de conceitos e temas. Esta também é uma das intenções desta atividade.

Data: 07/12/2012

De: francisco paulino dos santos

Assunto: evolução das espécies

segundo a teoria da evolução homem passou por muitas transformações tanto na sua especie quanto no desenvolvimento da agricultura até chegar o estagio atual, deixou de nômades fixando em determinado, também contribui como a domesticação de animais.

Data: 07/12/2012

De: Ricardo Santos de Almeida (monitor da disciplina Geografia Agrária)

Assunto: Re:evolução das espedies

Isso mesmo Francisco Paulino dos Santos, só que este processo se dá de modo sistemático e ocorre mediante uma série de elementos citados também anteriormente pelos outros colegas.

Mas no que se refere as imagens acima quais suas outras interpretações?

Data: 07/12/2012

De: Maurício Araújo de Oliveira MATRICULA: 2009G3015

Assunto: Comentário das imagens

As Imagens 1 e 2 descrevem o período paleolítico, onde os grupos eram nômades, a imagem 3 mostra o período de transição para o paleolítico, que marca a fase em que os homens começão procurar pontos fixos para descansar apos as caçadas e deixam de ser nômades.
Nas figuras 4 e 5 são da fase em que são formadas as primeiras aldeias,e onde começa a haver uma divisão do trabalho, onde o homem saia pra caçar enquanto as mulheres cuidavam das crianças e pequenos afazeres da aldeia.
Afigura 6 mostra a fase que os homens passam a dominar a agricultura, e as primeiras cidades organizadas surgem.

Data: 08/12/2012

De: Arthur Henrique (Turma B - Licenciatura)

Assunto: Re:Comentário das imagens

Outro ponto importante caro Maurício é a localização geográfica das vilas, pois, à princípio, ficavam próxima aos rios e mares.

Data: 07/12/2012

De: Adalberon José da Silva

Assunto: evolução do homem

A primeira imagem mostra o homem se desenvolvendo, a espécie que deu origem a raça humana em pleno estado de mutação , alguns já conseguiam ficar ereto, viviam de coletar alimentos que encontravam na região e da caça de animais de pequeno porte , sendo nômades, na figura dois já mostra o homem mais definido e parecido com o homem da atualidade, possuindo técnicas de fabricação de armas que lhe auxiliava na caça podendo abater animais maiores satisfazendo um maior numero de indivíduos. Na figura três o homem já se estabelece no lugar deixando de ser nômades e passando a ser sedentários, isso graças ao domínio de técnicas agrícolas, que foi a chave principal desse processo, já conseguiam usar o couro dos animais que abatiam para a confecção de algumas vestimentas.na figura quatro, Também começaram a dominar técnicas de pesca, na figura cinco, vem a divisão do trabalho (classes), onde as mulheres e as crianças cuidavam do preparo dos alimentos, o preparo do couro para usar nas veste, enquanto os homens cuidavam da caça, não havendo ainda a noção de propriedade, tudo era de todos. Na figura seis se nota a personalidade de um líder, com a divisão do trabalho bem definida, as mulheres e crianças cuidando do preparo dos alimentos e do rebanho e os homens envolvido com outras atividades, como o cultivo da lavoura a caça e a pesca.

Data: 08/12/2012

De: Arthur Henrique (Turma B - Licenciatura)

Assunto: Re:evolução do homem

Bom esclarecimento Aldaberon.

Data: 07/12/2012

De: Everson Diego Vasconcelos bararelado (noturno) 4 periodo

Assunto: A especie humana, relação entre os tempos atuais e primitivos

Galera a relação da especie humana esta nos contextos aos quais, voltando para a historia, ou seja, fazendo uma retrospectiva da evolução do homem desde os tempos primitivos, analisa-se que a educação e a comunicação estão intimamente ligadas no processo histórico da humanidade. Desde os tempos primórdios que o homem interage com o meio ambiente para satisfazer as necessidades de sobrevivência e comunicar-se com o outro através de gestos, símbolos e desenhos para juntos formar comunidades, explorar e desmistificar o planeta. Durante muitos e muitos anos, o homem solucionou diversos problemas, para isso inovou e diversificou meios para adequar a vida humana às tecnologias. Essas novas tecnologias que colaboraram intrinsecamente para a evolução do homem, vêm adentrando de forma significativa na sociedade, esta por sua vez faz com que surjam novas formas de pensar, analisar e cogitar sobre esses novos avanços tecnológicos que mudaram e ainda continuam mudando a história da civilização humana.

Data: 07/12/2012

De: Ricardo Santos de Almeida (monitor da disciplina Geografia Agrária)

Assunto: Re:A especie humana, relação entre os tempos atuais e primitivos

Esta interação com o meio ambiente, ou seja, a natureza enquanto ambiente vivido, percebido, compreendido e sentido proporciona uma série de relações que dão significado e significante, como o colega postou, ao conjunto de elementos nela contidos, pois este processo só decorre através da tomada de consciência que decorre no processo evolutivo justamente a partir das carências e necessidades de sobrevivência da espécie humana.

Data: 07/12/2012

De: Erika Vilela Da silva. Geo. Licenciatura ( Diurno)

Assunto: Processo evolutivo do homem.

De acordo com as imagens disponibilizadas acima e segundo o livro História econômica, podemos fazer as seguintes observações: Na primeira imagem pode-se perceber o convivio direto do homem com a natureza, todos dividiam o mesmo espaço, não havia diferença alguma entre homens e animais, o trabalho humano nesse estagio era coletor ou seja para sua sobrevivência ele retirava da natureza o seu alimento, eram grãos, frutas, que compunha sua dieta, contudo nem sempre a natureza lhes disponibilizava o que eles precisavam, criando assim a necessidade de construir instrumentos que lhes auxiliavam na coleta desses matériais eram lanças e marchados feitos com pedaços de pedras ponte agudas amarradas em madeiras, usando também esses intrumentos em defesa propria, a partir desse trabalho o homem ganha consciência de seus atos, pois quanto maior era a dificuldade, seu pensamento se desenvolvia, foi então que o homem diferencia-se dos outros animais como um ser consciente,. Na segunda imagem vemos a pratica da caça atividade principal do periodo paleolitico, e como o homem já consciente do seu ato usa instrumentos que lhe auxiliam nesta atividade, observa-se também sua permanência em bandos que também era necessario para a caça de grandes animais e proteção, esses bandos era nômandes viviam em cosntante movimento, quando os animais para caça eram extintos ou por questões de clima água, vegetação ficavam escassas migravam para outra região, esse movimento muitas vezes tornava-se em um ciclo, os levando sempre ao mesmo lugar de onde saiam, nesses bandos viviam homens, mulheres, crianças e velhos.
Na terceira imagem percebe-se ja uma estrutura organizada uma especie de comunidade, que so surge com o aparecimento da agricultura esse estagio é conhecido como neolitico, o homem vira sedentario, nesse periodo houve uma grande evolução dos instrumentos de caça e técnicas usadas no trabalho, que permitiram, grande desenvolvimento, na produção e crescimento populacional, nessa imagem podemos ver o que pareçe ja uma instituição da propriedade, que de inicio eram comunitarias passando depois para feudos,nessa fase são domesticados animais como cachorros, cabras, e algumas plantas, e surge a divisão do trabalho, e das classes sociais como a criação do estado como também a religião
Nas imagens seguintes vemos a consolidação das grandes civilizações agricolas, formadas nos vales de grandes rios, onde existe terras fertéis, onde é possivel a produção de grande excedente alimentar, nesse estagio o sistema agricola se torna mais complexo ainda, com obras de drenagem da água evitando o alagamento da plantação em periodos de cheia, nesse estagio a divisão das tarefas estar bem definida, nessa fase houve o aparecimento de monarcas que governavam a civilização através de complexas burocracias levando ao surgimento de grandes estados altamente centralizados.

Data: 09/12/2012

De: Bruno Bianchi Gonçalves - Bacharelado (turma A)

Assunto: Re: Processo evolutivo do homem.

Ótima observação Erika.
Cabe comentar também que essa divisão do trabalho foi possível graças ao excedente alimentar originado pela agricultura, através do aprimoramento dos instrumentos (conforme você comentou). Podemos observar também na última figura a mudança nas vestimentas, a partir, da descoberta das fibras vegetais e da utilização da lã, onde o homem deixa de utilizar a pele animal como vestimenta. Houve também o emprego do corante para tingir essas vestes.Cabe comentar também que essa divisão do trabalho foi possível graças ao excedente alimentar originado pela agricultura, através do aprimoramento dos instrumentos (conforme você comentou). Podemos observar também na última figura a mudança nas vestimentas, a partir, da descoberta das fibras vegetais e da utilização da lã, onde o homem deixa de utilizar a pele animal como vestimenta. Houve também o emprego do corante para tingir essas vestes.

Data: 10/12/2012

De: Erika Vilela Da Silva( Licenciatura diurno)

Assunto: Re:Re: Processo evolutivo do homem.

isso mesmo Bruno, nem tinha observado esse ponto de vista que vc levantou, é verdade com o desenvolvimento da agricultura houve mudanças não só na organização social, e dos instrumentos mais também mudança nas vestimentas , como também a fabricação de corantes bem lembrado valeu por complementar meu pensamento!

Data: 07/12/2012

De: Rubenita Vitor - Licenciatura Diurno - 4° Período

Assunto: Evoluçao do Homem

A respeito da evolução do homem, ao observarmos as imagens acima e de acordo com o livro História econômica, na imagem 1 e 2, é possível perceber características do período paleolítico, onde os homens vivam em bandos, eram nômades, porém, já fabricavam alguns instrumentos de trabalho como a lança e outros. Nessa mesma época, eles já caçavam animais para se alimentarem e coletavam vegetais. . No paleolítico não havia ainda relação de propriedade, a divisão de trabalho era feita por sexo e idade. A família ainda não estava estruturada. Na imagem 3, 4, 5, e 6 é possível notar características do Neolítico, onde os homens usavam instrumentos de trabalho mais diversificados , como foices e ceifadeiras. Nesse mesmo período viviam em aldeias e já construíam abrigos. O neolítico trouxe consigo a invenção da agricultura, nele, o homem já fazia jangadas, domesticava animais, e utilizavam também corantes para tingir os tecidos.

Data: 09/12/2012

De: JAQUELINE DA SILVA BOMFIM GEOGRAFIA LICENCIATURA TURMA: B

Assunto: Evolução do Homem

Ao analisarmos o processo de evolução do homem, baseado nos textos “As economias primitivas” e “As economias agrícolas” do livro “História Econômica”, de Francisco Magalhães Filho e as imagens deste fórum, podemos perceber que esse processo se dá através das transformações que o homem sofre, onde vai criando consciência através do trabalho, fazendo-o perceber cada vez mais uma diferenciação dentre os outros animais.
O homem, ao longo de sua evolução, passa a extrair da natureza seus alimentos através da coleta destes, onde a pedra era a matéria-prima utilizada para produzi-los (imagem 1) e da caça (imagem 2).
Através do domínio da agricultura, o homem passará de nômade a sedentário (imagem 3), onde evoluirá no lado social. Os homens viviam em bandos e não havia uma divisão do trabalho, todos executavam as mesmas tarefas e se dedicavam à procura de alimentos, mas a partir da fixação à terra e à medida em que a caça se torna uma atividade mais complexa, passa-se a ocorrer a divisão do trabalho por sexo e idade, onde os homens se dedicam à caça e mulheres, crianças e velhos, passam a executar tarefas de cuidar de recém-nascidos, apanhe de frutos (essa divisão do trabalho já se encontra estabelecida no Período Paleolítico Inferior).
A vinculação do homem à terra, onde obtém seu alimento, fará com que se institua a propriedade, que de início se deu de forma comunitária, passando a evoluir para formas feudais.
No Período Neolítico, ocorre a evolução dos instrumentos e técnicas de trabalho que são utilizadas pelo homem. O homem firma sua capacidade na arte de navegar, aumentado sua capacidade produtiva de pescador, se concentrando às margens de lagos (imagem 4). Nesse período, à medida que o homem domina a agricultura, vai começar também a domesticar os animais, como cabras, porcos e ovelhas (imagem 6).
Em relação à transformação do espaço geográfico, podemos relacionar a fixação do homem à terra, fazendo com que os solos de onde viviam rapidamente se esgotassem, devido aos métodos predatórios de cultivo que eram empregados. Esse fator, ligado ao crescimento da população, produziu um processo de migração. Mas como as comunidades agrícolas estavam passando por um processo de desenvolvimento, era necessário sua fixação junto à terra, o que resultou no desenvolvimento de técnicas de construção, utilizando barro, madeira ou pedras (imagem 3).

Data: 11/12/2012

De: Everson Diego Vasconcelos bararelado (noturno) 4 periodo

Assunto: Re:Evolução do Homem

JAQUELINE legal esta sua concepção de que homem ou o animal que virou homem começou suas transformações que ele (homem) sofre, onde vai criando consciência através do trabalho, fazendo-o perceber cada vez mais uma diferenciação dentre os outros animais.

Data: 09/12/2012

De: Bruno Bianchi Gonçalves - Bacharelado (turma A)

Assunto: Evolução da espécie humana

A sequência de imagens mostram a evolução humana através do desenvolvimento técnico. O primeiro estágio mostrado na foto é o da pedra lascada (Eolítico), onde o homem extraía da natureza os alimentos básicos para sua sobrevivência, o abate de animais era bastante rudimentar, com o lançamento de pedras na cabeça dos animais. Nesse período o homem vivia em harmonia com a natureza e suas ações se davam com o ato reflexo. No estágio seguinte (Paleolítico Inferior), há a tomada de consciência e o homem já começa a se diferenciar dos demais animais, e com isso, surgem novos objetos que auxiliam a sobrevivência do homem, como a lança e o uso de vestimentas a partir da pele de animais, nesse período o homem começa a perceber que tem a capacidade de modificar a natureza. O paleolítico superior e mesolítico é marcado por diversas inovações e aperfeiçoamento técnico, entre eles, o de maior importância, o domínio do fogo e o surgimento do arco e flecha, que aumentou a variabilidade de animais para caçar. Até esse estágio o homem vivia em bandos nômades e não havia uma organização familiar, isso só foi possível no neolítico com o surgimento da agricultura, através do cultivo de plantas. A agricultura permitiu a fixação do homem num determinado local e em decorrência disso surgiu a propriedade. A partir desse estágio há também o aumento na divisão do trabalho que fez surgir a divisão de classes sociais. O surgimento do estado se dá a partir da necessidade de defesa da população e infra-estrutura, fundamentais na garantia do processo produtivo.

Data: 09/12/2012

De: Tathiany de Oliveira Bezerra (Bacharelado - Vespertino)

Assunto: Evolução do Homem

As imagens retratam a vida do homem no período primitivo, onde se sabe que desde sua existência convivia em bandos ou em tribos, suas principais fontes de alimentos eram a caça e a coleta. As ferramentas de caça eram retiradas da natureza como a pedra que era golpeada para formar objetos pontiagudos para auxiliar na busca por alimento.
No inicio o homem era nômade, e o deslocamento se dava através da busca por alimentos, só a partir do “descobrimento” da agricultura foi que o homem passou a se fixar a terra produzindo seus alimentos. Todos da aldeia trabalhavam e produzia para todos. E foi com a agricultura que surgiu a primeira divisão social do trabalho.
Com uma maior complexidade da caça e no fabrico de ferramentas os homens se dividiram em caçadores e fabricantes de instrumentos além das mulheres, crianças e velhos que foram excluídos dessas tarefas passando a se dedicar a outras tarefas como cuidar das crianças, preparar os alimentos e coletar vegetais.
A fixação na terra trouxe consigo a domesticação de animais para auxiliar na produção de alimentos, essa produção gera um excedente que era apropriado pelo clã, os cabeças de clã se sustentavam desta forma, com o excedente gerado pela agricultura. A criação do clã se deu a partir da estrutura familiar do período. No inicio era uma família matrilinear passando posteriormente a uma família patrilinear.

Data: 09/12/2012

De: Gláucia Lima da Rocha (Turma A - Bacharelado)

Assunto: Evolução do Homem

A leitura e explicação do texto “História Econômica” facilitou a tentativa de observação e interpretação de cada imagem. A imagem 1, de acordo com o texto, mostra o íntimo relacionamento do homem com a natureza, período onde o mesmo sem consciência de seus atos mas apenas por extinto ou “ação reflexa”, extraía somente o necessário para satisfazer suas necessidades. Basicamente a coleta de frutos, raízes e folhas. Já na imagem 2 pode-se dizer que, o homem, depois de repetir várias vezes o mesmo ato reflexo teve sua capacidade cerebral cada vez mais estimulada, passando aos poucos a tomar consciência de cada ato. A consciência despertou no homem a necessidade de transformar e aperfeiçoar seus objetos, como mostra na figura, a utilização de lanças, onde essas mesmas lanças eram antes separadamente, pedras cortantes e galhos. As imagens 3, 4 e 5 mostram humanos em áreas diferentes, provavelmente nômades só que com evolução de instrumentos de trabalhos diferentes. A imagem 3 mostra uma estrutura mais organizada, casas padronizadas, mostrando que dispunham de instrumentos de trabalho mais evoluídos que nas outras duas figuras comparadas. A imagem 4 mostra homens vivendo à beira de um rio, com tendas improvisadas, demonstrando o não interesse de fixação ao lugar e também uma imagem de todos (homens, mulheres e crianças) realizando as mesmas tarefas. A imagem 5 é semelhante mas já mostra vestígios de um início de divisão de trabalho pois percebe-se homens com caça e mulheres com recém-nascidos. Por fim, na imagem 6 já é nítida a modificação e aperfeiçoamento dos objetos extraídos da natureza, a domesticação de animais e uma visível divisão de trabalho.

Data: 09/12/2012

De: Gláucia Lima da Rocha

Assunto: Re:Evolução do Homem

OBS.: *Apenas uma correção de digitação do meu comentário (no lugar de "extinto" é "instinto")

Data: 10/12/2012

De: Ricardo Santos de Almeida (monitor da disciplina Geografia Agrária)

Assunto: Re:Evolução do Homem

Sobre os erros de digitação, para mim sem problemas. O mais importante são as contribuições vossas e dos colegas sobre as temáticas abordadas.

Aproveitando...
O fator localização como lembra o colega Arthur Henrique é exemplo disso, pois ainda hoje o uso e ocupação no espaço geográfico ainda está próximo aos recursos hídricos.

Aliás, o próprio homem dotado de consciência e também desenvolve ciência potencializa meios técnicos e tecnológicos para que esses recursos hídricos atendam suas necessidades, exemplos clássicos são o Mar de Aral localizado na Ásia Central que a cada ano perde volume d'água justamente para atender os anseios dos homens do agronegócios.

Outro exemplo, mais próximo, são as águas do Rio São Francisco utilizadas no cultivo de uvas em Pernambuco e Bahia que a partir de tecnologias associadas produzem um dos vinhos mais interessantes, segundo os consumidores e salvo engano é tipo exportação. Obviamente que essas ações humanas traz consigo de modo dialético uma série de contradições nas próprias contradições, uma vez que nem todos próximos terão os mesmos benefícios, de incentivos fiscais, por exemplo dos governos estaduais e federais, e o próprio acesso à água.

Data: 09/12/2012

De: Everson Diego Vasconcelos bararelado (noturno) 4 periodo

Assunto: Video Arthur

Arthur muito legal este video vc filosofouuu mano uma imagem vale mais que 1000 palavras fez juz esta filosofia com este video

Data: 09/12/2012

De: Jeremias Ferreira de Oliveira matricula- 11111703- licenciatura Noturno

Assunto: A EVOLUÇÃO DO HOMEM

As imagens mostra o processo de desenvolvimento do homem, desde os primordios, a imagem 1 mostra a evolução dos primatas que já possuiam porte ereto, ausencia de cauda e cerebros maiores, eles viviam em constante desafio com a natureza e para isto eles tiveram que desenvolver aptidões de esforço continuo, para poder se defender e também conseguir comida, para ajudar neste desafio eles utilizavam objetos encontrados na natureza como pedras e ossos. O uso continuo destes elementos para se defender e conseguir alimentos gerou o trabalho que trouse consigo a conciência, e o animal tornou-se homem.
A imagem 2 mostra o período coletor, que o homem continuava sendo nômade, extraindo da natureza o seu alimento ja como forma de trabalho coletivo. Neste periodo foram aprimorados os equipamentos de caça e pesca, pois ja havia a necessidade de conseguir um volume maior de alimentos pelo fato dos povos estar sempre aumentando.
A imagem 3 mostra os povos já vivendo em comunidades, tinha se fixado numa determinada região e deixaram de ser nômade. O que marca esta mudança é o desenvolvimento da agricultura, o homem começou a manipular a produção de seus alimentos para a sobrevivência.
Na imagem 4 percebe-se o aprimoramento da agricultura, os povos já procuravam regiões proximo a rios e mares para poder manter a produção. há tambem a plena divisão do trabalho, onde os povos foram se especializando numa determinada area da produção, uns caçavam e pescavam outros fabricavam os equipamentos, as mulheres praparavam os alimentos e cuidava das crianças.
As imagens 5 e 6 revela a evolução de comunidade primitivas de bens comuns para comunidades agricolas, percebe-se a divisão do trabalho que causa a divisão social entre os povos, surge a posse das terras, e a domesticação de animais, neste peírodo surge a estrutura familiar representada pelos clãs. este período antecede o feudalismo.

Data: 10/12/2012

De: Ricardo Santos de Almeida (monitor da disciplina Geografia Agrária)

Assunto: Re:A EVOLUÇÃO DO HOMEM

Claras observações. Atento mais uma vez para a questão das carências e necessidades que potencializam os indivíduos a buscarem meios de conseguirem alimentos e posteriormente desenvolverem psicomotricidade aos mesmos para com isso se destacarem perante aos outros animais se instalando em recortes do espaço geográfico e o dominando estabelecendo relações que hoje só podem ser compreendidas a partir dos registros que simbolizam suas culturas e configuração social em cavernas, por exemplo.

Data: 10/12/2012

De: Luiz Felipe Barros (bacharelado diurno)

Assunto: a

os comentários estão indo? não estou visualizando..

Data: 10/12/2012

De: Luiz Felipe Barros (bacharelado diurno)

Assunto: A questão do trabalho é fundamental

Bem, vou tentar dar uma contribuição às investigações de cada um aqui, com uma observação acerca das imagens/texto. Muito do que explica a possibilidade do aparecimento da consciência humana e seu ulterior desenvolvimento é a capacidade de realizar trabalho. A compreensão do que é realmente o trabalho parece simples mas é um tanto complexo, a apreensão desta categoria nos ajuda a entender melhor as revoluções produtivas impulsionadas pelo homem, desde a revolução neolítica até a burguesa. Enxerga-la na realidade atual é fator crucial para que não caiamos em concepções idealistas de mundo, em que não é o homem que produz a vida material, mas entidades abstratas. A nossa busca deve ser pelo que é real. Não uma busca que justifique uma anterior forma de pensar. A forma como enxergamos a história será determinante sobre como nos portaremos diante dela. Ilustrarei com uma citação de Marx, no seu Ideologia Alemã, que já em 1846 escrevia sobre a prioridade da análise da sociedade a partir de como esta realiza seu intercâmbio com a natureza, sua produção, sua economia como determinante das demais relações sociais:
"As premissas com que começamos não são arbitrárias, não são dogmas, são premissas reais, e delas só na imaginação se pode abstrair. São os indivíduos reais, a sua ação e as suas condições materiais de vida, tanto as que encontraram quanto as que produziram pela sua própria ação.
[...] Podemos distinguir os homens dos animais pela consciência, pela religião - por tudo o que se quiser. Mas eles começam a distinguir-se dos animais assim que começam a produzir os seus meios de subsistência[...] Ao produzirem os seus meios de subsistência, os homens produzem indiretamente a sua própria vida material.
[...] Como exteriorizam a sua vida, assim os indivíduos o são. Aquilo que eles são coincide, portanto, com a sua produção, com o que produzem e também como produzem. Aquilo que os indivíduos são depende, portanto, das condições materiais da sua produção." (p. 24-25)

Sendo assim, somos nós, os indivíduos reais, quem fazemos a história. Tal como o fizeram, a partir da própria necessidade material, os indivíduos caçadores-coletores, os primeiros agricultores, etc. transformaram a natureza para obtenção de subsistência e com isso, transformaram a si próprios. A produção de novas necessidades está ligada diretamente ao ato do trabalho, quando o indivíduo produz um instrumento de auxílio, descobre as propriedades do material que fez o objeto e com isso pode fazer um objeto com um melhor material, mais forte e até mesmo um mais elaborado objeto, que melhor atenda suas necessidades. As classes, a propriedade, a família, o Estado, são propiciados pela evolução da capacidade do ser humano de produzir sua subsistência e com isso precisar criar mecanismos que não cesse a constante evolução produtiva e ao mesmo tempo dialogue com as crescentes populações.

Data: 10/12/2012

De: Ricardo Santos de Almeida (monitor da disciplina Geografia Agrária)

Assunto: Re:A questão do trabalho é fundamental

Sublime interpretação e correlação com a atualidade. Sobre a categoria Trabalho, recomento leituras de materiais do Prof. Dr. Antonio Thomaz Junior e seu grupo de estudos que realizam de modo coerente e coeso sobre o Trabalho e o Espaço Geográfico.

Colaboro com a citação de Georg Lukács "A essência do trabalho consiste precisamente em ir além dessa fixação dos seres vivos na competição biológica com seu mundo ambiente. O momento essencialmente separatório é constituído não pela fabricação de produtos, mas pelo papel da consciência, a qual, precisamente aqui, deixa de ser mero epifenômeno da reprodução biológica." contida no livro "Os princípios ontológicos fundamentais de Marx". São Paulo: Ciências Humanas, 1979.

Data: 11/12/2012

De: Luiz Felipe Barros

Assunto: Re:Re:A questão do trabalho é fundamental

Excelente livro do Lukács, Ricardo, sem dúvida essencial.

Mas à caráter de aprofundamento e sem querer engessar o debate às imagens e ao conteúdo específico.

Chamo atenção para a análise pessoal da obra Ontologia do Ser Social do Lukács (a qual a Boitempo lançou na semana passada, pela primeira vez uma edição brasileira da obra!!!) especialmente a partir da leitura de dois pesquisadores da nossa própria universidade, o Sérgio Lessa que estuda Lukács há décadas e particularmente o Ivo Tonet que traduziu a parte do Trabalho, da Ontologia do Lukács, que são pesquisadores da pós-graduação do serviço social. Ambos tem uma interpretação filosófica bem diferenciada do Thomaz, com inúmeras consequências prático-políticas pra relação com o método da geografia e a produção de uma teoria verdadeiramente revolucionária que contribua para a classe trabalhadora emancipar-se. Essa divergência situa-se no que concerne a concepção da classe que realiza a transformação material da natureza e o sujeito revolucionário, hoje.

Indico um livro bastante introdutório para a questão, é dos dois professores em conjunto, o Lessa e o Tonet - proletariado e sujeito revolucionário. O livro acaba de ser lançado pelo Instituto Lukács, também é possível adquiri-lo sem ser em pdf:
http://www.sergiolessa.com/Livros2012/ProletaSujeito.pdf

Aproveito o ensejo pra indicar um autor que foi aluno do Lukács e realizou obra monumental, de 20 anos de estudo, para compreensão da sociedade de classes no capitalismo contemporâneo e o papel da esquerda revolucionária a partir da autocrítica do passado: O Para além do Capital - do Istvan Mészáros, que a Boitempo também lançou há alguns anos.

Abraços.

Data: 11/12/2012

De: Luiz Felipe Barros

Assunto: Re:Re:Re:A questão do trabalho é fundamental

Aqui o link do Para Além do Capital em PDF.

http://nupese.fe.ufg.br/uploads/208/original_para-alem-do-capital.pdf?1350933922

Data: 11/12/2012

De: Ricardo Santos de Almeida (monitor da disciplina Geografia Agrária)

Assunto: Re:Re:Re:Re:A questão do trabalho é fundamental

Excelentes sugestões e a intenção é realmente ir para além das paisagens mostradas acima.

A troca de conhecimentos é fundamental para o revigoramento das ciências, as opiniões e sugestões com certeza são bastante relevantes. Por isso estamos abertos aqui a discussões para além das imagens, pois não há como compreender o hoje sem o ontem e vice-versa.

Abaixo o link do Centro de Estudos de Geografia do Trabalho (CEGeT) http://www4.fct.unesp.br/ceget/ compartilhem...

Data: 10/12/2012

De: Ana Paula de Lima (Bacharelado / Vespertino)

Assunto: Evolução Humana

Analizando a sucessão de imagens e relacionado-as com os textos: "As Economias Primitivas" e "As Econômias Agrícolas" do livro "História Econômica" de Francisco Magalhães Filho, foi possível observar as diversas fases da evolução humana. A primeira imagem a figura do Homem Neanderthal, de estatura baixa, entroncado e cabeludo. Este homem abrigava-se em cavernas enquanto seguia os animais dos quais se alimentava e com suas peles se protegiam, mas, com a modificação do clima foi desaparecendo os rebanhos dos quais dependia levando-o ao seu desaparecimento. Os homens desse período eram nômades, caçadores, pescadores e coletores suas moradias eram cavernas e árvores como já mencionado, utilizavam para a caça objetos como: pedra, ossos, pedaços de pau posteriormente esses instrumentos foram sendo aperfeiçoadas facas, agulhas, lanças como mostra a segunda imagem. Houve também a descoberta e o domínio do fogo, da arte rupestre e a divisão do trabalho por sexo.
A terceira imagem caracteriza o período neolítico que foi marcado por significativas transformações, entre elas a fixação de suas moradias. A quarta, quinta e sexta imagem, assim como a terceira mostra as primeiras aldeias, formação das famílias e também a domesticação de animais, a descoberta da agricultura, a tecelagem e cerâmica, com isso surgira novas funções e divisões do trabalho.

Data: 10/12/2012

De: Everson Diego Vasconcelos bararelado (noturno) 4 periodo

Assunto: Video Everson legal galera

https://www.youtube.com/watch?v=QL2qIwf6GMc

Data: 10/12/2012

De: Ricardo Santos de Almeida (monitor da disciplina Geografia Agrária)

Assunto: Re:Video Everson legal galera

Ótima sugestão de documentário "Alienígenas do passado: Teoria da Evolução" (recomendo, que quem tiver acesso busque informações sobre a exibição da série - acredito que ainda está no ar na emissora fechada, pois já o assisti), chamo atenção para que ao analisarem este conjunto de vídeos de documentários do History Channel tomem o máximo de cuidado, uma vez que a intenção deste é realmente provocar questionamentos sobre o evolucionismo. Independente disso, o postarei abaixo para quem quiser assistir, recomendo também.

Por falar nesses questionamentos, sobre o processo evolutivo da espécie humana quais as transformações mais radicais que elas proporcionaram/causaram ou no espaço geográfico atual? Que tal partirmos para além da análise da paisagem das imagens acima relacionando, claro a composição do entendimento do agrário mundial.

Data: 11/12/2012

De: Jeremias Ferreira de Oliveira

Assunto: Re:Re:Video Everson legal galera

Este vídeo tem um conteúdo muito bom, mais é como o Ricardo Santos recomendou temos que ter o cuidado de não nôs confundir. parabéns para o Everson Diego.

Data: 11/12/2012

De: Dayse Milena da Silva Pereira (Geo-Licenciatura-Diurno); Matrícula:11110176

Assunto: Evolução do Homem

Percebi que as imagens retratam muito bem os estágios evolutivos do homem primitivo. Na primeira imagem, de acordo com o texto: "As Economias Primitivas" e "As Econômias Agrícolas" do livro "História Econômica", aparecem as primeiras espécies com o porte ereto, as quais provavelmente ainda não tinham consciência de si como sujeitos. É bastante visível o íntimo relacionamento com a natureza e sua convivência harmônica com as demais espécies animais. Na segunda imagem, já é possível observar uma evolução significante, na qual, o homem já utiliza instrumentos de caça, no caso da foto, a lança, para a captura de animais que lhes servirão de alimento. Nesse período o homem já tem consciência de si, já passam a caçar, ao invés de apenas apanhar os alimentos da natureza, como era feito anteriormente. Com certeza ainda são nômades, vivendo em constantes deslocamentos à procura de alimentos e assim assegurarem a sua sobrevivência. Na terceira imagem, observa-se um salto importantíssimo na evolução do homem: a sua fixação à terra, deixando de ser nômades e passando a condição de sedentários, isso graças a agricultura. O homem descobre que pode domesticar as sementes e cultiva-las, surgindo assim as plantações e as tribos, pois já que podem cultivar seu próprio alimento, não se torna mais necessário se deslocarem constantemente à procura do mesmo. Constroem assim suas casas, e vivem em uma sociedade igualitária, onde todos trabalham e produzem, e a produção é distribuída entre todos. Na quarta e na quinta imagem, podemos destacar os primeiros vestígios de divisão de trabalho, vemos homens adultos assumindo o papel de caçadores e pescadores, atividade que exige mais esforço e um treinamento, e os mais velhos em atividades mais leves, quem não exigem muito esforço, e vemos as mulheres cuidando dos recém-nascidos, surge aí a primeira divisão do trabalho, pelo sexo e pela idade. Na sexta imagem é visível a domesticação dos animais, e é importante lembrar que o primeiro animal a ser colocado à serviço do homem foi a cabra. Nota-se também na foto, a domesticação das ovelhas, a qual permitiu a utilização da lã para produzir novas vestimentas e livrar-se das vestimentas de pele e couro, inadequadas para trabalhos agrícolas.

Data: 11/12/2012

De: Letícia Ferreira Feitosa (geografia licenciatura diurno)

Assunto: Comentário sobre as imagens

A figura 1 nos mostra os primeiros homínidas, pelas características vemos que eles ainda apresentavam muitos sinais dos seus descendentes primatas, de acordo com texto essa imagem pode ser classificada como um dos primeiros estágios do período Eolítico. Na figura 2, de acordo com as características vistas pode ser classificada como um período de transição entre o Eolítico e o Paleolítico inferior, pois mostra a utilização das lanças como instrumento de caça, apesar de ainda não utilizarem peles de animais como proteção para o corpo, outro detalhe visto é a diminuição dos pelos corporais dos homínidas em comparação com a figura 1. Pulando a figura 3, que já nos mostra uma aglomerado mais evoluído, vou comentar as figuras 4 e 5, logo de primeira vemos uma divisão primitiva de trabalho, ou seja, os homens trazendo a caça e as mulheres cuidando das crianças e tratando o couro (figura 5), como também (figura 4) a divisão de tarefas entre os próprios homens, uns pescam, outros caçam e outros constroem as tendas, enquanto as mulheres cozinham, cuidam das crianças e os velhos fazem o fogo, sem esquecer também um detalhe, na figura 4 vemos que o bando se formou a beira de um rio, o que posteriormente será o início das grandes civilizações, não sei bem mas esses períodos poderiam ser classificados como Paleolítico inferior e superior. As figuras 3 e 6 apresentam níveis de desenvolvimento bem mais evoluídos que os demais, vemos na figura 3 a formação de uma aldeia com a presença de casas separadas como se fosse um Clã. Na figura 6 vemos que a divisão do trabalho continua, dessa vez com a utilização do tear, também observamos a domesticação de animais e a presença da agricultura, vemos ainda vasos de barros e a moagem de grãos.

Data: 11/12/2012

De: Andrea Martins da Silva

Assunto: A evolução do homem

As imagens mostram uma evolução do homem primitivo. Numa escala que inicialmente ele era nômade, depois passa a usar a técnica (pau, pedra) para caçar, e assim conseguir seu alimento. Outro ponto que as imagens evidenciam é que estes homens caçavam em bandos, e ainda (posteriormente) usavam a pele dos animais para fabricarem suas vestimentas.
Mas ainda sim, permaneciam sem relação fixa com a propriedade. Depois as imagens começam a mostrar um grande desenvolvimento, que foram as aldeias, onde os homens já dominavam técnicas, tinham moradia fixa nas aldeias e possuíam o domínio do fogo, logo estes estavam começando a criar identidade com seu local de moradia, com a propriedade.
Começaram então a construir suas aldeias, casas em locais próximos aos rios, já praticando a pesca e a caça. Percebe-se também que neste período o homem começa a domesticar os primeiros animais, cabra, cachorro e galinha. Assim após todo esse processo onde o homem inicialmente é nômade, começa então a caçar, pescar, desenvolver técnicas, se organizar em bandos e posteriormente em aldeias. Ele torna-se então sedentário, vai realmente começar a criar relações com a terra, e vai desenvolver o processo de domesticação das sementes, o que vai possibilitar para a criação da agricultura.

Data: 11/12/2012

De: Ricardo Santos de Almeida (monitor da disciplina Geografia Agrária)

Assunto: Observação aos discentes sobre períodos históricos

No que há digitado apenas "eolítico", ler "paleolítico".

Neste período supracitado, como muitos afirmaram, a partir das leituras, consiste na confecção dos primeiros instrumentos técnicos de modo rústico para se conseguir alimentos, pois ainda eram nômades; já o período neolítico consiste no desenvolvimento da agricultura, incluindo neste a sedentarização do homem bem como a sofisticação à época dos instrumentos técnicos.

Atentai-vos... Vos lembro que pela ordem os períodos históricos mais enfatizados no texto, para não gerar confusões: Paleolítico (pedra lascada) e Neolítico (pedra polida).

Data: 13/12/2012

De: Leticia Ferreira Feitosa (licenciatura diurno)

Assunto: Re:Observação aos discentes sobre períodos históricos

Você poderia ser mais claro Ricardo com a questão do "Eolítico, ler Paleolítico", pois soou como se esse período (Eolítico) não tenha existido ou que na hora da digitação eu engoli as letras, questão que o autor, página 15 de "História Econômica", deixa bem claro que os estudos sobre a evolução do homem foram divididos em cinco períodos, a saber: Eolítico, Paleolítico inferior, Paleolítico superior, Mesolítico e Neolítico.

Data: 13/12/2012

De: Ricardo Santos de Almeida (monitor da disciplina Geografia Agrária)

Assunto: Re:Re:Observação aos discentes sobre períodos históricos

Olá Letícia,

Na prática o "eolítico" consiste no período inicial do paleolítico, ou seja, um preâmbulo.
Como tudo é intencional chamo atenção para as várias "divisões" tempo-espaciais, uma vez que vários antropólogos, arqueólogos e historiadores apontam fatos para a compreensão dos fenômenos de desenvolvimento da espécie humana.

No caso do autor Francisco Magalhães Filho ele pontua fatos e os restringe de modo a delimitar tempo-espaços, como fixos para os fatos, a partir de características do processo evolutivo do homem, mas que muitas das vezes podem confundir os leitores uma vez que como afirmei anteriormente e outros colegas também apontaram nada se dá de modo generalizado no planeta Terra, não há uma regra específica de que o processo evolutivo ocorreu nos períodos históricos x e y da cronologia terrestre. A intenção deste momento de interação também é desmembrar a ideia de que tudo o que está publicado é 100% coerente... Afinal, é a partir das discussões e questionamentos que se desenvolve a ciência.

Data: 11/12/2012

De: Igor Ramon Alves Rozendo Mat.11110164 4° Per. GeoLic. Not.

Assunto: A Evolução do Homem



Leia mais: http://www.nuagrario.com/forumgeografiaagraria/
Crie seu site grátis: http://www.webnode.com.br

Data: 11/12/2012

De: Igor Ramon Alves Rozendo Mat.11110164 4° Per. GeoLic. Not.

Assunto: Re:A Evolução do Homem

Amanhã posto um comentário isso foi o que apareceu depois de um bom tempo lendo e digitando...

Data: 12/12/2012

De: Rafael Cardoso (Mat. 10110971) GeoL 4ºp.

Assunto: História do mundo

Documentário do History Channel que conta a história do mundo em menos de duas horas! Para nós, quando pensamos no que estamos estudando, o documentário começa a ficar interessante a partir dos 30 minutos (aproximadamente) porque conta a história do homem a partir da extinção dos dinossauros e o surgimento dos primeiros primatas que viviam nas florestas e posteriormente passaram a habitar nos vastos campos próximos as florestas, descrevendo tudo o que estamos aprendendo na disciplina de Geo Agraria.

http://www.youtube.com/watch?v=uI7xk01COAc

Data: 13/12/2012

De: Karen patricia Pitanga da Silva (Mat.10212786) 4º sem.-Licenciatur-Diurno.

Assunto: Re. Evolução do homem

Após fazer a leitura das imagens pode-se perceber a evolução do homem, desde sua forma mais primitiva até a formação de comunidades clânicas. A imagem 1 mostra o homem primitivo em pleno convívio com a natureza desenvolvendo aptidões que lhes permitiu a sobrevivência e a evolução da espécie. Essas aptidões consistiam no esforço contínuo para encontrar alimento, que remete ao uso de objetos encontrados no meio natural. A utilização desses objetos encontrados (pau, pedras e ossos) foi uma ação meramente reflexa. É através da repetição deste ato reflexivo que o sujeito ganha consciência do ato que praticava. E ganhando consciência do mesmo ato que percebe a diferença entre ele o objeto que utilizava. Com essa consciência nasce o trabalho e pelo trabalho o ser que antes era um animal comum, transforma-se em homem. Na figura 2 e 3 vemos uma clara evolução no quadro. O homem primitivo passa a caçar em bandos utilizando novos instrumentos. Surge a necessidade de extrair da natureza alimentos para suprir as suas necessidades. Esse período ficou conhecido como coleta, ou seja, os povos coletores. Ainda neste momento o homem não tinha ligação de fixação com a terra. Eles ainda eram nômades deslocando-se para outras paragens quando o alimento tornava-se escasso. Na figura 4 já podemos perceber o inicio do processo de sedentarização. Isso se deu com o crescimento da população e a domesticação das sementes. Ele já começa a criar laços com o lugar e a construir moradias primárias. Aí também se dá o avanço técnico com a confecção de novos instrumentos de caça. Na figura 4 pode-se vislumbrar o inicio do processo de divisão do trabalho, primeiramente por sexo e idade, onde mulheres, crianças e velhos são direcionados a outras atividades, como cuidar da alimentação, dos recém nascidos e, com o domínio do fogo, a preparação de alimentos. A medida que os instrumentos tornam-se complexos e variados, o fabrico passa a ser elaborado por mãos especializadas, tendo dessa forma uma crescente divisão do trabalho, como podemos ver na figura 5 e 6. A estrutura social começa a se delinear. A domesticação de animais, a estrutura familiar, a religião, a arte, surgem como avanço desses estágios culturais.

Data: 13/12/2012

De: joão carlos de lima gonçalves ( bacharelado diurno )

Assunto: comentario sobre as imagens

As imagens mostram a evolução do homem do estado coletor ao sedentario, no inicio ele era nomade, pois sempre que as possibilidades de adiquirir alimentos em uma região se esgotava ele tinha migrar para outra região. A medida que o homem ia evoluindo a tecnica ele modificava a paisagem, ou seja, ele transformava a natureza, um exemplo disso é o surgimento das aldeias observadas nas figuras.
Os homens viviam em bando, o que facilitava na caça. Nas imagens é possivel notar a primeira divisão do trabalho, que foi por idade e sexo, onde os homens adultos praticavam a caça e as mulheres, os idosos e as crianças se dedicavam a tarefas mas leves como o preparo de alimentos e cuidavam dos recém-nacidos. A segunda divisão do trabalho ocoreu devido ao aprimoramento e ao surgimento de novos instrumentos de trabalho, onde os homens adultos se dividem entre caça e fabricação de instrumentos de caça.
A última figura representa o período neolítico, pois mostra a domesticação de animais e o cultivo de alimentos, tambem é possivel notar a divisão do trabalho e o desenvolvimento da técnica, onde podemos notar a construção de muros e instrumentos mais elaborados em relação aos anteriores.

Data: 13/12/2012

De: José Reinaldo dos santos - Bacharelado noturno

Assunto: A evolução do homem

analizando as imagens postadas aqui trata-se respectivamente nas figuras 1 e 2 dos povos da linhagem dos hominídeos, dando ênfase o seu cotidiano diário, os povos coletores que sobreviviam da caça, dos restos de animais, e colheita de frutos dados pela natureza, com a pedra lascada que se tornava uma lâmina cortante foi possivél a fabricação de armas usadas na caça como temos na figura 2 os primatas atacando um animal de sua época, usando as armas por eles fabricadascomo, lanças, e pedras, eram nômades e andavam e bandos, ja que andar sozinho significava presa fácil para os grandes animais, nota-se tambem que viviam em perfeita harmonia com a natureza que lhe benefiava com seus frutos, na figura abaixo 3 já numa fase mais evoluído vemos as aldeias, o homem construia suas casas nos vales entres as montanhas, também como forma de demarcar território, suas roupas de pele de animais, começa o desenvolvimentos o aprimoramento das tecnicas agrícolas, na figura 4 e 5 vemos o domínios do homem sobre as tecnicas de pesca dee onde também tiram o sustento e também o começo da divisão de trabalho e organização social, os homes saiam para a caça e as mulheres ficavam nas aldeias cuidados dos afazeres como estocagem de alimentos,todos trabalhavam e toda produção era distribuido a para todos de forma comunitária, na figura 6 ja na fase neolítica onde o homem se tornou sedentário e adquiriu grande domínio sobre a natureza com avanços das tecnicas agrícola, vamos relatar os pontos 1 vemos as mulheres desenvolvendos a moagen dos alimentos e fabricação de cestos de palha usados nos transportes de produtos no ponto 2 a fabricação do tear absorvição das tecnicas de tecelagem o homem se livra das roupas de couro de animais, 3 a fabricação atravez da argilas de cerâmica e utencílios de barros, 4 homems trabalhando na lavoura de trigo o primeiro produto a ser produzido,5 a domesticação de animais como a cabra o primeiro e outros como o carneiro, ovelha cachorro, camelo usados para transporte, o homem evoluído consegui dominar a natureza e com ela produzir o seu propio sustento, parabenizo a ideia do forum onde possamos nós alunos prestar nossos comentários aê Ricardo conseguir postar.. valeu.

Data: 17/12/2012

De: Ricardo Santos de Almeida (monitor da disciplina Geografia Agrária)

Assunto: Re:A evolução do homem

A idéia do fórum é essa, é aproveitar o tempo que temos disponível para a Internet para socializarmos nossos conhecimentos e compartilhar idéias e materiais. Acredito que as turmas estão o utilizando de modo coerente.

Este espaço de diálogos é nosso e devemos estar sempre participando mais e mais e sempre em contato, não importa como, pois sabemos que a sala de aula ainda dificulta a interação, muitas vezes, por receio e timidez, às vezes acreditamos que nossas idéias podem ser tidas como inaproveitáveis e na verdade nada é inaproveitável, pois os questionamentos revigoram as ciências. Sendo assim, parabenizo os colegas que estão conosco interagindo.

Data: 13/12/2012

De: Robertson Cardoso(Geografia-bacharelado)

Assunto: A Evolução do Homen

Como nosso amigo "Adalberto souza" falou não podemos generalizar já que tiveram "tribos" que se desenvolveram primeiro do que outras como por exemplo: a descoberta do fogo, não se sabe ao certo qual foi ou quais foram os povos que primeiro dominaram o mesmo,então temos que ter cuidado ao generalizar, mas de acordo com a disciplina e os textos, me identifico muito e gosto bastante dessa parte da geografia e também pode se dizer que um pouco de historia, e as figuras aqui mostradas desde a 1ª figura que é o do homem coletor que necessitava da natureza para sobreviver catando os frutos do chão para comer porque eles ainda não tinham a noção de caça nem organização, mas com o passar do tempo eles começaram a perceber que poderiam tirar os frutos das arvores jogando pedras que a natureza propria lhes dava, já na 2ª figura mostra ja o homen não dependendo so da natureza para sobreviver ai nessa fase ele ja tinha um pouco de percepção de caça com instrumentos de caça ainda muito rusticos e o modo que eles comiam ainda era com o animal ainda crú, na 3ª figura eles já estão bem avançados ja tem uma percepção de caça maior ja constroem suas proprias casa (vamos se dizer assim), ai já aconteceu a descoberta do fogo, nesse periodo eles já usam vestimentas, os alimentos eles já começam a fazer o cozimento, e nas figuras 4,5 e 6 já mostra o homem mais evoluido ja existe uma organização social ainda rustica mas ja existe uma divisão do trabalho os caçadores não fabricam seus instrumentos de caça como antes, nesse periodo já existe os fabricantes dos intrumentos dos caçadores, os velhos e as crianças colhem os frutos que caem no chão os homens caçam e trazem o animal para as mulheres que alem de cuidar dos recem-nascidos cozinham para toda a "tribo", nesse periodo também o homen ja consegue domesticar animais e plantas para caçar melhor e começam a ter percepção que as plantas tem alguns fins para cura e alimentar-se tambem, a organização do espaço eles tambem já faziam as casas perto de rios para facilitar o cozimento dos alimentos e para o consumo tambem, então com a percepção do homem dos periodos antigos até hoje a natureza e o espaço geografico vem sendo modificado para suprir a necessidade e sobrevivência do homem.

Data: 13/12/2012

De: Robertson Cardoso(Geografia-bacharelado)

Assunto: A Evolução do Homen

É muito insteressante essa parte da geografia junto com a historia estou muito empolgado com esse assunto espero que os proximos sejam assim tambem...

Data: 14/12/2012

De: Jeremias Ferreira de Oliveira

Assunto: Re:A Evolução do Homen

concordo com você Robertson, más vou mais além, este contexto que estudamos junto com a historia nos faz refletir sobre os acontecimentos do século em que vivemos, pois estes passaram por todo um processo de transformação até o modelo atual, por exemplo: o homem viveu no período coletor, passou para o feudalismo e atualmente convive com o modo de produção capitalista, este exemplo é uma forma muito simples de se entender esta transformação. É a partir da analise deste contexto histórico que podemos entender como aconteceu as transformações.

Data: 14/12/2012

De: Ricardo Santos de Almeida (Monitor da disciplina Geografia Agrária)

Assunto: Re:A Evolução do Homen

E certamente serão, aproveitem também este espaço para sugerir outros modos de participação por meio do fórum, como vídeos/textos...

Data: 14/12/2012

De: Célio José de Oliveira Junior - Licenciautra/Diurno

Assunto: Evolução do Homem

As imagens retratam de forma sequencial de como se evoluiu o homem (estrutura e organização social, divisão de trabalho e desenvolvimento tecnológico). Inicialmente a imagem 1 mostra claramente de que se trata do homem primitivo, que se tornam nômades pelas constantes alterações climáticas; são aqueles hominídeos que através da ação reflexiva (repetição de atos por extinto) como o apanhe de objetos no chão, passando a ser trabalho posteriormente se transformaram em “homens” e que se denominam: povos coletores, pelo fato desses povos apanharem suplementos para sua subsistência. Importante citar que são povos que vivem em bando. As exigências de caça e pesca faz com que se seja necessário desenvolver novas técnicas, daí surgem facas amarradas em paus, arpões, etc. como ilustrado na imagem 2. Mas, nessa mesma imagem, nota-se que o homem ainda não desenvolveu técnicas como as ocorridas no período do Paleolítico Inferior (Idade da Pedra), como por exemplo o uso de pele de animais abatidos para proteção do corpo, onde já se é notado na imagem 3. Com todo esse processo de modelação, como o surgimento do homo sapiens e as passagens do Paleolítico Inferior e Superior (onde já se dominava o fogo) para o Mesolítico, já se estabelecem grandes alterações evolutivas na estrutura social, como a divisão de trabalho, inicialmente por idade e sexo, onde os idosos, crianças e as mulheres eram destinados a outras atividades e posteriormente os homens que se dividem em fabricantes e caçadores, como visto nas imagens seguintes (4,5) e com o surgimento de novas técnicas de caça e pesca, o homem consegue abater praticamente todos os animais. Com tudo isso, o homem passa de nômade para sedentário, pois já se fixa num local com a criação das aldeias, como as três ultimas imagens nos mostra, muito impulsionado pelo surgimento da Agricultura (já associada ao Neolítico), já que ele pode decidir o quanto irá produzir e inicia-se também o processo de domesticação dos animais, primeiramente com a cabra; nesse contexto vão se estabelecendo as classes sociais e as relações de domínio. posteriormente o estado e a religião. E nessa transição do coletor para o agrícola surge a instituição da propriedade, que inicialmente é comunitária, logo após dividida em clãs, onde o excedente produzido já começa a ser direcionado a pequenos grupos e por fim na propriedade feudal onde já se estabelecem os servos e os senhores.

Data: 14/12/2012

De: Célio José de Oliveira Junior - Licenciautra/Diurno

Assunto: Evolução do Homem

Resumo do Processo de Evolução do Homem Pré-Histórico.
http://www.youtube.com/watch?v=5fYUSAJKcX0

Data: 14/12/2012

De: rjhgdsfehsd

Assunto: g ergrgre g

fg efgf fgrtg rtgrtg

Data: 15/12/2012

De: Alexsandro de Lima Silva Geografia Bacharelado- Noturno

Assunto: A evolução do homem

As figuras 1 e 2 mostram como o homem primitivo caçava seus alimentos, com armas feitas com o material que eles dominavam na época. O homem surge quando o animal adquire a consciência através de suas habilidades, logo ele aprende novas técnicas de bastante importância para sua evolução, com essas novas técnicas o homem da um passo muito importante deixando de ser nômade e passa a ser sedentário como mostra as figuras 3, 4, 5 e 6, pois aprendeu a plantar e colher seu próprio alimento evitando sua escassez, com a técnica da agricultura o homem passa a procurar áreas com rios e mares para habitar, pois sabiam que eram terras boas para plantação, o homem também aprende a domesticar animais e tudo isso faz com que os grupos cresçam para que possam cuidar das terras, já que não tinha mais o problema dos alimentos ficarem escassos.

Data: 15/12/2012

De: Arthur Henrique (Turma B Licenciatura)

Assunto: Vídeo sobre a evolução da espécie humana - Uma interpretação da vida do primeiros homens na terra

http://www.youtube.com/watch?v=qUjgCV8jC9E

Data: 17/12/2012

De: Ricardo Santos de Almeida (monitor da disciplina Geografia Agrária)

Assunto: Sobre o vídeo sugerido de Arthur Henrique

Excelente documentário, rico em elementos para debates e assim como o sugerido pelo colega Rafael estão postados abaixo como complementação.

Data: 07/01/2013

De: Igor Ramon - Licenciatura Turma B

Assunto: A Evolução do Homem

As imagens acima retratam os períodos históricos do Paleolítico e o Neolítico.
O Paleolítico também conhecido Idade da Pedra Lascada.Assim, chamado por ser marcado pela criação dos primeiros utensílios de pedras e pedaços de madeira usados para caça, proteção, e usos diversos pelos homens primitivos. Outras características desse momento são percebidos no seu estilo de vida: Nômades mudavam muito de lugar em busca de alimento e água, coletores, sem vinculo com a terra, aos homens cabiam a caça e as mulheres a preparação de alimentos, comunicação por gestos e brados. Mas, uma das grandes marcas é a descoberta do fogo, inserindo alimentos cozidos a dieta alimentar do homem paleolítico.
O período Neolítico também conhecido como Idade da Pedra Polida, devido o uso das mesmas armas criadas no período do Paleolítico só que com maiores aperfeiçoamento: polidas, afiadas e a criação de instrumentos para o cultivo da terra, que passa ser fundamental neste processo uma vez que a glaciação que tanto limitava o homem tem chegado ao fim. Permitindo o homem a fixação na terra e a domesticação de animais e plantas e produção de excedentes e com isso o surgimento de uma economia de trocas. A criação da escrita é um marco desse período, o desenvolvimento das práticas religiosas, culturais e artesanais.




Data: 15/01/2013

De: Marcia Michelle Leobino da Silva Leobino

Assunto: Geografia Agrária

A imagem 1 explicita a condição de não diferenciação da espécie humana em relação a qualquer outro animal. Podemos verificar isso tanto pelas ferramentas que não são colocadas na imagem, como também pelo aspecto físico daqueles animais que aparecem na paisagem. Sabemos que a execução repetitiva do ato meramente reflexo evoluiu para a tomada de consciência das atividades que o homem executava , desenvolvendo assim as capacidades cerebrais humanas que possibilitaria a espécie humana de realizar trabalho, ou seja, transformar a natureza para satisfazer as suas necessidades. A pergunta que faço a respeito disso é a seguinte: “ Sabemos que somente o meio natural não é espaço geográfico, que espaço geográfico é a base natural a onde há interação humana, pois, não há espaço geográfico sem a sociedade que o produza. Todavia, considerando o momento que o homem tomou consciência, e se tornou capaz de realizar trabalho, podemos considerar que o espaço geográfico nesse momento se constitui com tal? Ou não, só poderia ser considerado nesse caso da evolução humana, quando o homem desenvolveu suas forças produtivas a tal ponto que lhe permitiu formar uma organização complexa social, tendo seu marco inicial com a produção de excedente agrícola?

Data: 16/01/2013

De: Ricardo Santos de Almeida (monitor da disciplina Geografia Agrária)

Assunto: Re:Geografia Agrária

Nesse primeiro momento a ciência geográfica não existia, o que havia era o conhecimento geográfico.

Na prática, essa análise no que se refere a compreensão de produção e reprodução do espaço geográfico parte da análise do ontem a partir do hoje, do que estudamos hoje para compreender o ontem.

Como o próprio Milton Santos diz o esçao geográfico é produção e reprodução social. Ao fixar-se a um recorte do que hoje se compreende espaço geográfico o homem dotado de consciência o irá apropriar e submetê-lo a atender suas carências e necessidades.

Quanto ao excedente agrícola devemos ter cuidado com o "poder" da palavra "agrícola", uma vez que este excedente envolverá relações de comercialização para além das simples trocas como ocorria nos tempo-espaço acima citados pelos colegas.

Data: 18/01/2013

De: Marcia Michelle da Silva Leobino

Assunto: Re:Re:Geografia Agrária-resposta

Sabemos que espaço geográfico é um conceito e que conceito, é uma definição sobre um objeto de estudo, uma noção ou ideia sobre algo. Se esse conceito é criado após uma dada realidade isso não quer dizer que ele não possa ser utilizado em parte para definir certos elementos integrante de conceito criado a posteriori. Certo que todo conceito perde sua capacidade de refletir o real tornando-se obsoleto, nesse caso ou ele é atualizado ou é descartado. Entendendo dessa forma, penso que podemos analisar alguns elementos da realidade pré-histórica através do conceito de espaço geográfico. A minha pergunta é no sentido de verificar, reconhecer a aplicabilidade do conceito de espaço geográfico não em toda realiade pré-histórica, mas ao menos identificar as bases que deram origem a esse conceito.

Data: 19/01/2013

De: Ricardo Santos de Almeida (monitor da disciplina Geografia Agrária)

Assunto: Re:Re:Re:Geografia Agrária-resposta

As bases que dão origem ao conceito de espaço geográfico permeiam justamente através da compreensão e análise sobre a natureza transformada pelo homem. O próprio Milton Santos, salvo engano em "A natureza do espaço" diz isso claramente. O livro em si traz consigo ao longo de toda a análise. Ver link: http://files.leadt-ufal.webnode.com.br/200000026-4d5134e4ca/Milton_Santos_A_Natureza_do_Espaco.pdf

No que se referem as bases para a compreensão de espaço, estas advém dos filósofos dentre os quais menciono Aristóteles, Estrabão, Kant, cada qual com uma visão diferenciada sobre o conceito e isso se dá certamente devido aos recortes estruturais de suas apreensões sobre o que os cercam, conforme você também afirmou na explicação sobre conceitos.
A cada momento que o conceito evolui, as noções de transformação e movimento se inserem no contexto. Outro destaque que afirmo é que o modo de produção vigente dá sentido a compreensão de espaço geográfico, que atualmente devido a complexidade é hoje produtor e produzido socialmente.

Itens: 1 - 77 de 77

Novo comentário


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!